CAN: que jokers prepararam as equipas para os quartos de final? - Godesporto

CAN: que jokers prepararam as equipas para os quartos de final?

A 1xBet, casa de apostas de confiança e conhecido em todo Moçambique, fala sobre as partidas da próxima fase que serão disputadas nos dias 2 e 3 de fevereiro. E leva já o código promocional –> CAN23GODESPORTO <– para receberes 200% de bónus no teu primeiro depósito!

Nigéria x Angola

A seleção nigeriana chegou com confiança aos quartos de final do CAN e parece ser uma equipa capaz de fazer melhor e que ainda não mostrou toda a sua potência. Também cremos que as Super Águias estão a voar suficientemente alto para verem no horizonte o seu primeiro título de campeão desde 2013.

O principal jóquer dos nigerianos é uma defesa sólida. José Peseiro organizou-a tão bem que os adversários só conseguem ver de longe a baliza de Stanley Nwabili. Nesta edição do Campeonato Africano das Nações, a Nigéria sofreu apenas um golo em quatro jogos. Estes números são impressionantes e correspondem à estatística de que os adversários das Super Águias têm um modesto xG de 1,3. Por outras palavras, os nigerianos reduziram ao mínimo as oportunidades de golo junto à sua baliza e nem sequer permitiram que os camaroneses acertassem no alvo.

Por outro lado, a Nigéria marcou apenas 5 golos em 4 jogos, mas não pode ser acusada de ser muito pragmática no seu estilo de jogo. A seleção nigeriana lidera no número de oportunidades de golo criadas no torneio, mas tem problemas de concretização. Só Ademola Lookman, que fez dois golos no jogo dos oitavos de final frente aos Camarões, conseguiu marcar mais do que um golo no CAN deste ano. Victor Osimhen tem 1 golo e 2 assistências – cada uma das suas ações eficazes beneficiou a equipa; mesmo assim, o líder do ataque das Super Águias deveria marcar mais vezes.

A equipa de Angola chegou aos quartos de final pela 3ª vez na sua história com o mesmo resultado que a Nigéria – 3 vitórias e 1 empate. Os Antílopes Negros sofreram mais golos do que as Super Águias (3 golos vs. 1), mas não sofreram golos em 2 jogos. No entanto, no ataque, os angolanos são muito mais eficazes – marcaram 9 golos, embora o avançado estrela, segundo os padrões desta equipa, M’Bala Nzola da Fiorentina, não tenha ido ao torneio. O treinador nigeriano terá de pensar em como parar Gelson Dala (4 golos e 1 assistência) e Mabululu (3 golos).

Pedro Gonçalves transformou Angola numa equipa disciplinada, que compreende as ideias do treinador e quer chegar pela primeira vez às meias-finais do Campeonato Africano das Nações.

Para apostar no jogo Nigéria – Angola clica AQUI

RD Congo x Guiné

A seleção da República Democrática do Congo chegou aos quartos de final sem qualquer vitória, mas este resultado não pode ser considerado uma anomalia injusta. Os Leopardos mostram um futebol de qualidade e pretendem, com razão, conquistar as primeiras medalhas desde 2015 e até o primeiro título de campeão desde o imemorial ano de 1974.

A RD Congo não conseguiu vencer a Zâmbia e a Tanzânia, mas estes jogos podem ser considerados empates em termos de esforços. Um empate com a poderosa equipa marroquina tornou-se um resultado muito merecido. No jogo dos oitavos de final diante do Egipto, os Leopardos não jogaram pior do que os seus adversários e conseguiram o seu bilhete de sorte no desempate por grandes penalidades.

No caminho para os quartos de final, a equipa guineense somou duas vitórias, mas sofreu uma derrota e achamos que será difícil superar a República Democrática do Congo em termos de nível de jogo. Mas verdade seja dita que o Syli National também teve alguma sorte. No jogo dos oitavos de final frente à Guiné Equatorial, a equipa de Kaba Diawara teve sorte de ter um dos jogadores do adversário a ser expulso, de o oponente ter falhado um penálti (foi Emilio Nsue, o melhor marcador atualmente do torneio, que falhou) e que o único golo da vitória surgiu nos últimos segundos do tempo regulamentar.

A seleção guineense pode obviamente jogar ainda melhor, mas não há garantias de que os principais jóqueres deles irão jogar. Estamos a falar de Naby Keїta e Serhou Guirassy. As estrelas da Guiné recebem pouco tempo de jogo devido a lesões e não têm grande impacto. No entanto, se os líderes do plantel estiverem em boa forma, a Guiné terá a oportunidade de ganhar algumas medalhas do CAN pela primeira vez desde 1976.

Para apostar no jogo RD Congo – Guiné clica AQUI

Mali x Costa do Marfim

A seleção do Mali conquistou a medalha de bronze em 2013 e, desde então, durante 11 anos, não consegue entrar no Top 8 do Campeonato Africano das Nações. A longa série de fracassos das Águias foi interrompida por Eric Schelle, que, ironicamente, nasceu na Costa do Marfim.

Os malianos passaram todo o torneio na sombra dos principais favoritos, mas isso só funcionou a seu favor. A equipa venceu dois jogos, nunca perdeu, marcou cinco golos e sofreu apenas dois. As águias surpreenderam ao derrotarem o Burkina Faso nos oitavos sem Yves Bissouma, do Tottenham. O avançado Lassine Sinayoko, do Auxerre francês, é um dos grandes destaques da equipa do Mali, tendo marcado 3 golos.

O caminho da Costa do Marfim para os quartos de final parece uma fénix a renascer das cinzas. Durante a fase de grupos, os anfitriões do torneio venceram apenas a Guiné-Bissau, que era um óbvio azarão, mas, do outro lado da balança, sofreram duas derrotas. Só no último dia da fase de grupos é que a Costa do Marfim ficou a saber que tinha conseguido o apuramento para os oitavos e, com um novo treinador, começou a preparar-se para o duelo com o Senegal. A federação local estava certa de que iria despedir Jean-Louis Gasset (não lhe foi perdoada a derrota com a Guiné Equatorial), mas não conseguiu chegar a acordo com o lendário Hervé Renard, que levou os Elefantes à conquista do ouro no Campeonato Africano das Nações em 2015.

Assim, a equipa passou a ser dirigida por Emerse Fae, que conseguiu unir o plantel e iniciou a sua carreira de treinador com um sucesso notável. Nos oitavos eliminaram o Senegal que era considerado o campeão e favorito nº1! E isso foi na disputa de grandes penalidades. Hoje, os anfitriões estão ansiosos por chegar pelo menos às meias-finais do CAN, após um intervalo de 9 anos.

Os resultados do confronto pessoal com o novo adversário aumentam a confiança: os Elefantes têm 4 vitórias e 1 empate em 5 jogos contra o Mali na Taça das Nações Africanas.

Para apostar no jogo Mali – Costa do Marfim clica AQUI

Cabo Verde x África do Sul

Cabo Verde já repetiu o recorde nacional no Campeonato Africano das Nações e pretende ir mais longe do que os quartos de final. Os Tubarões Azuis ganharam 3 dos 4 jogos e só empataram frente ao Egipto, quando o treinador Bubista fez substituições. A energia poupada poderá ser o fator decisivo a favor de Cabo Verde nos quartos de final. Além disso, no caso dos Tubarões Azuis, qualquer jogador pode tornar-se um goleador – nesta edição do torneio, 7 jogadores diferentes marcaram golos nesta equipa.

A África do Sul perdeu com o Mali na 1ª ronda, após o que se tornou quase uma equipa ideal – nos 3 jogos seguintes, os Bafana Bafana conseguiram 2 vitórias e nunca mais sofreram golos. O treinador sul-africano Hugo Broos, em 2017, venceu o CAN, liderando a seleção dos Camarões, e sabe como se deve jogar nesta fase. No entanto, o técnico belga vai provavelmente recordar a vitória de terça-feira sobre Marrocos (2-0) nos oitavos como um dos maiores sucessos da sua carreira – não é todos os dias que se vence a quarta classificada do ranking mundial num jogo deste nível. A sorte esteve do lado da África do Sul quando Achraf Hakimi perdeu um pênalti, mas os Bafana Bafana não só jogaram na defesa de forma exemplar durante a maior parte do jogo como também contra-atacaram com qualidade.

Os sul-africanos não ganham a medalha do CAN desde 2000. Naquela época, a seleção era muito forte, mas hoje conta com poucos jogadores estrangeiros vindos da Europa e nenhum jogador de campeonatos importantes. A falta de competência e o cansaço após a luta com Marrocos podem ser os principais problemas da África do Sul nos quartos de final diante de Cabo Verde.

Para apostar no jogo Cabo Verde – África do Sul clica AQUI

Escolhe o teu favorito nos escaldantes quartos de final do Campeonato Africano das Nações e não percas a oportunidade de poder ganhar dinheiro com as melhores odds na 1xBet!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Casas de Apostas Recomendas

Bónus de Boas-Vindas de 300% para Desporto, com um valor máximo de 6.000 MT, nos teus três primeiros depósitos.

Ganhe Bónus de Boas-vindas de 200% do valor Depositado

Bónus de Boas-Vindas: Ganhe Bónus de Boas-vindas de até 5000 MT ou 300% do valor Depositado

Bónus de 100% no Primeiro Depósito até 9100 MT

100% do valor do depósito até 5.000MT em bónus de boas-vindas

© Copyright 2024 Godesporto | Criado por WizandroidMZ