Nigéria elimina os Bafana Bafana nos pênaltis (4-2) - Godesporto

Nigéria elimina os Bafana Bafana nos pênaltis (4-2)

A Nigéria chegou à final da Copa das Nações Africanas pela primeira vez desde 2013, depois de derrotar a África do Sul, de 10 jogadores, por 4 a 2 nos pênaltis, na primeira semifinal, no Stade de la Paix, na noite de quarta-feira.

O confronto em Bouake terminou em 1 a 1 após a prorrogação, com os Super Eagles assumindo a liderança com um pênalti de William Troost-Ekong aos 67 minutos, antes de Teboho Mokoena converter um pênalti tardio para Bafana Bafana aos 90 minutos para manter vivas suas esperanças.

Ronwen Williams não foi capaz de reproduzir seu heroísmo nas quartas de final, depois de não ter conseguido defender um único pênalti nesta ocasião, com Kelechi Iheanacho convertendo o chute decisivo para manter intacto o recorde de 100 por cento de Afcon dos africanos ocidentais contra o Bafana Bafana.


A Nigéria ditou o jogo na fase inicial sem ameaçar a baliza adversária e foi a África do Sul quem criou a primeira oportunidade do jogo aos 17 minutos, quando Sphephelo Sithole alinhou um remate de 20 metros que voou direto para Stanley Nwabali.

Williams foi chamado à ação pela primeira vez aos 26 minutos, quando Semi Ajayi cabeceou com as luvas em uma cobrança de falta antes de Sithole cabecear ao lado do alvo após receber um cruzamento de Percy Tau aos 36 minutos.

Alex Iwobi então tentou acertar o canto mais distante da rede depois de se conectar com Moses Simon na esquerda, mas seu remate de curling de 25 jardas foi facilmente defendido por Williams aos 39 minutos.

A melhor chance do primeiro tempo coube a Evidence Makgopa, dois minutos depois, quando ele forçou Nwabali a desviar do perigo seu primeiro chute, depois de ser assistido por Tau na entrada da área, enquanto Victor Osimhen deveria ter feito melhor quando cabeceou. um cruzamento ao lado da marca, no outro extremo, aos 44 minutos.

No entanto, as Super Águias tiveram uma excelente chance de abrir o placar aos 66 minutos, quando Osimhen foi derrubado por Mothobi Mvala quando o atacante do Napoli entrou na área.

Troost-Ekong se adiantou para marcar o pênalti e só conseguiu passar a bola por baixo de Williams depois de colocá-la no meio.


DRAMA TARDE

Bafana Bafana tentou responder e Makgopa não esteve longe de restaurar a igualdade aos 75 minutos com um chute na virada que passou ao lado do gol, enquanto na outra ponta Williams se saiu muito bem ao se recuperar e negar a Lookman, que havia contornado o goleiro depois de se ver cara a cara dentro da área.

No entanto, houve um drama tardio, quando Bright Osayi-Samuel preparou Osimhen para marcar a poucos metros de distância, apenas para o gol ser anulado depois que o VAR alertou o árbitro sobre um incidente no outro lado do campo que viu Alhassan Yusuf derrubou Tau dentro da área antes da Nigéria lançar seu ataque.

Um pênalti foi concedido à África do Sul e Mokoena acertou a bola a 12 jardas aos 90 minutos para levar o jogo para a prorrogação.

As únicas chances reais nos 30 minutos adicionais de futebol foram Osimhen chutar direto para Williams aos 104 minutos, antes de cabecear por cima do travessão dois minutos depois.

As Super Águias pensaram que haviam ganhado outro pênalti aos 113 minutos, quando Terem Moffi foi desafiado por Grant Kekana enquanto ele corria para o gol.

O árbitro verificou o incidente no monitor do lado do campo e então mostrou a Kekana um cartão vermelho direto, mas concedeu uma cobrança de falta em vez de uma cobrança de pênalti, já que o contato foi feito a centímetros de fora da área de 18 jardas.

Kelechi Iheanacho disparou a bola parada direto para Williams.

Seguiu-se um desempate por pênaltis e a Nigéria venceu por 4 a 2, depois que Nwabali negou o pênalti a Mokoena e Makgopa, antes de Iheanacho garantir sua vaga na final.Nigéria (0) 1 (Troost-Ekong 67′ PEN)

África do Sul (0) 1 (Mokoena 90′ PEN)

Nigéria: S. Nwabali, O. Aina, W. Troost-Ekong, S. Ajayi, C. Bassey, B. Osayi-Samuel (K. Omeruo 120+2′), F. Onyeka (J. Aribo 102′), A. Iwobi (A. Yusuf 63′), M. Simon (S. Chukwueze 63′), V. Osimhen (T. Moffi 110′), A. Lookman (K. Iheanacho 102′).

África do Sul: R. Williams, K. Mudau, G. Kekana, M. Mvala, A. Modiba, T. Mokoena, S. Xulu (M. Mayambela 75′), S. Sithole, T. Zwane (Z. Lepasa 75′). ‘, N. Sibisi 117’), E. Makgopa, P. Tau.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Casas de Apostas Recomendas

Bónus de Boas-Vindas de 300% para Desporto, com um valor máximo de 6.000 MT, nos teus três primeiros depósitos.

Ganhe Bónus de Boas-vindas de 200% do valor Depositado

Bónus de Boas-Vindas: Ganhe Bónus de Boas-vindas de até 5000 MT ou 300% do valor Depositado

Bónus de 100% no Primeiro Depósito até 9100 MT

100% do valor do depósito até 5.000MT em bónus de boas-vindas

© Copyright 2024 Godesporto | Criado por WizandroidMZ